(11) 2122-2487 |  [email protected]

O que é demonstração do resultado do Exercício (DRE)?

É imprescindível para o bom funcionamento de uma empresa, que ela conte com um setor contábil competente, pois este ficará responsável pela elaboração do demonstrativo do resultado do exercício, ou como é conhecido pela sigla DRE.

Este documento é de vital importância para a companhia, ele consiste em um relatório contábil que irá, de forma resumida, apresentar a operação da empresa em um determinado período, no caso o que vai de primeiro de janeiro à trinta e um de dezembro. 

Este relatório é essencial para que o gestor tenha maior controle financeiro da sua companhia, em resumo, ele mostrará informações que são referentes à receita, investimentos, despesas e lucros, é um documento anual e obrigatório para todas as empresas, segundo a legislação vigente, isso incluí as enquadradas no simples nacional.

Entretanto há exceções na elaboração do DRE de uma organização, por exemplo, os MEI (Microempreendedor individual) não são obrigados a apresentar o relatório, porém esta é a única exceção, a obrigatoriedade dele abrange todas as empresas. Vale lembrar que as sociedades anônimas devem tornar suas DREs públicas.

Embora seja um relatório anual, é bastante comum em muitas organizações que o setor de contabilidade acabe optando por fazer o documento mensalmente ou trimestralmente, pois assim terão mais organização nos seus processos e na tomada de decisões.

Qual é a finalidade da demonstração do resultado do exercício?

Se você deseja começar um negócio ou mesmo já possui um, é de vital importância ter não só um bom setor contábil, mas você próprio dominar os conceitos do mundo financeiro, pois assim você não será apenas o dono da organização, mas também um bom gestor.

Ter um conhecimento detalhado de como anda a vida financeira da organização é importantíssimo, pois não dar atenção a estes detalhes poderá definir o futuro da sua empresa de uma forma bastante negativa, aí que entra a finalidade do DRE.

Um enfoque especial nos empresários que optam por realizar o DRE mensalmente, pois eles terão um acompanhamento melhor sobre o desempenho financeiro da companhia, sendo possível verificar a evolução das receitas e despesas.

Em suma, a principal finalidade da demonstração do resultado do exercício é gerar informações sobre a vida financeira da firma, fazendo com que assim o gestor possa ter mais liberdade e preparação na hora de tomar decisões, conter gastos supérfluos e fazer investimentos.

O que deve constar na DRE?

Agora que você já aprendeu o que é uma DRE, vejamos o que é necessário constar no documento. É preciso mencionar que não há uma única maneira de fazê-lo, o modelo vai depender do porte da empresa e do tipo de atividade que a mesma exerce, entretanto há alguns dados que devem constar no relatório.

Como já dito, embora não haja um único modelo, há diretrizes na legislação que determinam a obrigatoriedade de certos dados no documento, segundo o artigo 187 da lei nº 6.404, confira a seguir o que é obrigatório no relatório:

VEJA OUTROS ARTIGOS:

  1. a receita bruta das vendas e serviços, as deduções das vendas, os abatimentos e os impostos;

     

  2. a receita líquida das vendas e serviços, o custo das mercadorias e serviços vendidos e o lucro bruto;

     

  3. as despesas com as vendas, as despesas financeiras, deduzidas das receitas, as despesas gerais e administrativas, e outras despesas operacionais;

     

  4. o lucro ou prejuízo operacional, as outras receitas e as outras despesas;

     

  5. o resultado do exercício antes do Imposto sobre a Renda e a provisão para o imposto;

     

  6. as participações de debêntures, empregados, administradores e partes beneficiárias, mesmo na forma de instrumentos financeiros, e de instituições ou fundos de assistência ou previdência de empregados, que não se caracterizem como despesa;

     

  7. o lucro ou prejuízo líquido do exercício e o seu montante por ação do capital social.

Como fazer a demonstração do resultado do exercício?

Já foi visto o que é o DRE e o que deve constar no documento de forma obrigatória por lei, agora veremos como estrutura o relatório seguindo a estrutura sugerida na lei:

Receita Bruta

(-) Deduções e abatimentos

(=) Receita Líquida 

(-) Custos de mercadorias vendidas

(-) Custos de serviços vendidos

(=) Lucro Bruto

(-) Despesas com Vendas

(-) Despesas Financeiras

(-) Despesas Administrativas

(=) Lucro ou Prejuízo Parcial

(-) Provisões do IRPJ e da CSLL

(-) demais despesas

(=) Resultado Líquido do Exercício

Qual a importância de elaborar uma DRE?

Já vimos qual é a finalidade de elaborar uma DRE, entretanto nem todos sabem qual é a importância que este relatório tem para as organizações empresariais, vejamos a seguir porque é imprescindível a elaboração deste documento.

Em primeiro lugar, além da obrigatoriedade, há a necessidade de o gestor conhecer a vida financeira da sua companhia, com o DRE isso é plenamente possível, ele poderá analisar seus investimentos, suas estratégias adotadas no determinado período de operação.

Quem vive no mundo contábil sabe que é o planejamento é essencial para saúde de qualquer empresa, e ao fazer a demonstração do resultado do exercício, será possível ter uma ampla visão do seu negócio, planejar e criar novas estratégias para o desenvolvimento da sua organização. 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This
Iniciar conversa
Fale com um contador